14 agosto 2016

Políticas Públicas de Saúde e Sistema Único de Saúde

História da Saúde no Brasil
“Reforma Sanitária” é a designação que se dá à plataforma política defendida pelo “Movimento Sanitário Brasileiro”, que representou uma ampla articulação de atores sociais, incluindo membros dos
departamentos de medicina preventiva de várias universidades, entidades como o Centro Brasileiro de Estudos (CEBES), fundado em 1978, movimentos sociais de luta por melhores condições de saúde, autores e pesquisadores, militantes do movimento pela redemocratização do país nos anos 1970 e 1980 e parlamentares que faziam a crítica às políticas de saúde existentes no Brasil. A “Reforma Sanitária” incluía em sua pauta uma nova organização do sistema de saúde no país – com várias características que o SUS afinal adotou –, em particular uma concepção ampliada dos determinantes sociais do processo saúde-doença e a criação de um sistema público de assistência à saúde, gratuito com garantia de acesso universal do cuidado para todos os brasileiros.


Políticas Públicas Saúde
Definição
Políticas públicas são conjuntos de programas, ações e atividades desenvolvidas pelo Estado diretamente ou indiretamente, com a participação dos setores públicos ou privados, que visam assegurar determinado direito de cidadania, de forma difusa ou para determinado seguimento social, cultural, étnico ou econômico.



Políticas Públicas Saúde
Formulação
1.Formulação de Agenda
2.Planejamento
3.Ações
4.Execuções
5.Avaliação

POLÍTICAS/PLANOS:
estabelecem diretrizes, prioridades e objetivos gerais ( a serem cumpridos a longo prazo).
PROGRAMAS DE SAÚDE: estabelecem objetivos gerais e específicos em determinado tema.

Sistema Público de Saúde
Instituído pela Constituição Federal de 1988
Consolidado pelas leis 8.080 e 8.142
SAÚDE É DIREITO DE TODOS E DEVER DO ESTADO

RELEVÂNCIA PÚBLICA na Saúde Pública e Saúde Privada
com objetivo de IMPEDIR QUE AS PESSOAS ADOEÇAM

SISTEMA ÚNICA DE SAÚDE
SUS

SISTEMA ÚNICA DE SAÚDE(SUS)
OBJETIVOS


DEFINIÇÕES





PRINCÍPIOS E DIRETRIZES



SAÚDE PÚBLICA X SAÚDE COLETIVA

Saúde pública
consiste em um conjunto de ações e serviços de caráter sanitário que tenham como objetivo prevenir ou combater patologias ou quaisquer outros cenários que coloquem em risco a saúde da população. Como é dever do estado assegurar serviços e politicas voltadas para a promoção da saúde e bem estar da população, o termo saúde pública é consideravelmente mais conhecido e utilizado que o termo saúde coletiva.


A saúde coletiva


consiste em um movimento sanitário de caráter social que surgiu no SUS, esse movimento é composto da integração das ciências sociais com as políticas de saúde pública. A saúde coletiva identifica variáveis de cunho social, econômico e ambiental que possam acarretar no desenvolvimento de cenários de epidemia em determinada região, por meio de projeções feitas através da associação dos dados socioeconômicos com os dados epidemiológicos é possível elaborar uma eficiente politica de prevenção de acordo com as características da região. Vale ressaltar que a saúde coletiva também possui aplicações dentro da iniciativa privada.

Determinantes sociais da saúde







Nenhum comentário:

Postar um comentário